english español

NOTÍCIAS

  • 06/02/2012
  • STJ CIDADãO: ORTODONTISTA DEVE INDENIZAR POR MAU RESULTADO DE TRATAMENTO

  • A paciente procurou um ortodontista para corrigir um problema de mordida cruzada. Mas o resultado foi bem diferente do que ela esperava, tanto estética quanto funcionalmente. A extração de dois dentes teria gerado até perda óssea. E o profissional teve de desembolsar R$ 20 mil de indenização depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu existir compromisso com o resultado satisfatório. No programa de TV do STJ nesta semana, você vai entender porque a obrigação de determinados profissionais é atingir os efeitos prometidos.

    Também nesta edição do STJ Cidadão, um assunto que preocupa quem tem dívidas em execução na Justiça: a penhora. Por meio dela, bens móveis e imóveis são utilizados para garantir o crédito. Em algumas situações, até mesmo o único bem de família pode ser penhorado. É o caso de imóvel comprado com dinheiro de crime. Por isso, o STJ autorizou a penhora da casa de um homem condenado por furto qualificado para ressarcir a vítima de um prejuízo de quase R$ 35 mil.

    E a cobrança de débitos não se encerra com a morte do devedor. Assim como bens, dívidas também podem ser herdadas. Mas o acerto de contas se complica e gera muitas dúvidas. Por exemplo: o credor precisa esperar a divisão da herança para receber o dinheiro? E se o inventário ainda não foi feito, quem responde pelo débito? As respostas a esses questionamentos estão na reportagem sobre inventário produzida pela equipe do STJ Cidadão.


    Fonte: STJ