português english

NOTICIAS

  • 24/05/2007
  • AUDITOR DA OAB-RJ SOFRE ATENTADO AO CHEGAR EM CASA
  • Rio de Janeiro, 23/05/2007 - Uma tentativa de vingança é a principal linha de investigação da 10ª DP, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, para o atentado ao auditor da OAB do Rio de Janeiro, Eduardo Falcão Pinto, 53 anos, nesta terça-feira na Rua Maria Eugênia, Humaitá. O médico foi baleado a menos de cem metros de casa. Ele iria entrar no carro, parado em frente ao prédio número 90, quando foi chamado pelo nome. Ao virar-se, foi surpreendido por vários tiros de pistola 380. O bandido que fez os disparos saiu do banco do carona de um Honda Civic branco. Eduardo foi contratado há pouco mais de um mês para fazer auditoria nos contratos médicos firmados pela Caixa de Assistência dos Advogados do Rio de Janeiro (Caarj), o plano de saúde da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

    Moradores disseram que dois homens numa motocicleta deram cobertura à ação. Pelo menos cinco tiros atingiram o médico na mão e ombro direitos e no tórax. “Ele colocou a mão no peito e gritou por socorro. A roupa estava toda ensangüentada. A filha vinha atrás e gritou que era seu pai”, comentou um porteiro que assistiu ao crime. O médico foi levado por uma motorista para o quartel do Corpo de Bombeiros do Humaitá e removido para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, onde foi operado. Na ambulância, ele afirmou a um oficial que tinha sido vítima de execução e não de assalto. Duas cápsulas foram retiradas de seu corpo na cirurgia. Internado no CTI, seu quadro clínico é grave, mas estável.

    Fonte: OAB - 06:35hs