português english

NOTICIAS

  • 23/05/2007
  • RECEITA FEDERAL DO BRASIL ALERTA PARA E-MAILS FALSOS
  • Orientação é para que o contribuinte não abra nem responda mensagens em nome do órgão.

    A Receita Federal do Brasil alerta para nova onda de e-mails falsos que circulam em seu nome pela internet e reforça que não envia mensagem eletrônica sem autorização do contribuinte. De acordo com o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o teor dos e-mails varia de acordo com o período de cumprimento pelo contribuinte de certas obrigações acessórias, como a entrega de declarações.

    Neste momento, por exemplo, as quadrilhas têm enviado e-mails com falsos alertas sobre o processamento da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), cujo prazo de entrega terminou em 30 de abril. Os e-mails levam timbres do Governo federal, do Ministério da Fazenda e da Receita Federal do Brasil.

    O supervisor orienta as pessoas para que não abram nem respondam e-mails de origem desconhecida e reitera que a Receita não envia, em hipótese alguma, mensagens eletrônicas sem o prévio conhecimento do contribuinte. "O objetivo das quadrilhas é instalar um programa que captura dados cadastrais, fiscais e bancários do contribuinte", explica Adir.

    Veja como proceder diante de mensagens suspeitas:

    1. não abrir arquivos anexados, pois normalmente são programas executáveis que podem causar danos ao computador ou capturar informações confidenciais do usuário;

    2. não acionar os links para endereços da internet, mesmo que lá esteja escrito o nome da Receita Federal do Brasil, ou mensagens como "clique aqui", pois não se referem à Receita Federal; e

    3. excluir imediatamente a mensagem.

    Para esclarecimento de dúvidas ou informações adicionais, os contribuintes podem procurar as unidades da Receita, acessar a página na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou entrar em contato com o Receitafone (0300.789.0300).

    Fonte: RFB